O que é a Rocalva?

   Nada melhor do que um pouco de geografia para fazer a apresentação da Rocalva. Tal como o logótipo sugere, uma montanha, uma meda, um dos locais mais emblemáticos do Parque Nacional da Peneda-Gerês, símbolo incontestável da destreza do ser Humano, um dos únicos locais que causa arrepios na sua passagem sem recurso a cordas situada no interior da Serra do Gerês entre a Ermida e Fafião, partilhada por ambas as regiões de Montalegre e Terras do Bouro.

   Sediada em Fafião, aldeia que pertence à freguesia de Cabril, em Montalegre, a Rocalva é uma empresa de animação turística. Essencialmente, o que a distingue das habituais empresas do mesmo segmento são dois pormenores interessantes e de extrema importância. O primeiro incide no facto de estar vocacionada para o Turismo de Natureza, com um selo oficial, resultante do protocolo que visa seguir códigos de conduta Naturais, entre a empreendedora Rocalva e o ICNF, uma distinção de respeito e que prioriza sempre os interesses do próprio Parque Natural acima do Homem. O segundo pormenor e não menos importante é o da empresa ser Serrana, as pessoas que a compõe são originárias de Fafião, e conhecem bem toda a área inerente ao Parque Nacional, com claro um foco enorme na sua área circundante que é a Serra do Gerês.

   A Rocalva nasceu da vontade e do desejo de levar o Parque Nacional da Peneda-Gerês a todos aqueles que o queiram conhecer de uma forma mais íntima, segura e enraizada. Simbolizando a própria aldeia de Fafião, levantam as questões mais marcantes sobre a própria humanidade, a mobilidade, querer o ser humano em contacto com a natureza, raízes ou bases que são hoje em dia esquecidas no interior das cidades, levando ao quotidiano. Uma breve abordagem ao inóspito, ao sentimento mais puro de isolamento em conjunto, o abraçar de uma experiência de regresso às origens mais genuínas.

   Colocando as várias questões, sobre qual a missiva que transporta esta empresa, onde estão, para onde vão, como vêm o Parque Nacional, são as filosofias que intrinsecamente regem um legado. Quem vive numa aldeia do Parque Nacional sabe perfeitamente o equilíbrio que é necessário a um turismo sustentável de natureza, a ligação ao ICNF (Instituto de Conservação da natureza e das Florestas) tem de ser gerida sempre da melhor forma porque o turismo é necessário mas não uma massificação desordeira ou desequilibrada perante um ecossistema tão frágil como o do único Parque Nacional. A Rocalva nasceu de um projeto de duas pessoas que pertencem à serra do Gerês, é crucial para esta empresa e principal missão que os seus clientes vejam, usufruam, e se divirtam imenso com toda a aventura que tem para lhes proporcionar, mas que acima de tudo voltem para casa com um conhecimento sobre por onde passaram, sobre o que viram, de que forma podem ajudar a manter este meio, das suas adversidades, da sua história, e isto é uma visão emergente precisa no turismo moderno, relevando quem se preocupa com pessoas, natureza e com a ligação entre ambas.

   Deixamos aqui os contactos ao cuidado de todos aqueles que pretendam uma experiência única, divertida, com o máximo de segurança e com guias cuja experiência Serrana é de bases dentro do Parque Nacional;


ROCALVA, Animação Turística (Turismo de Natureza)

www.rocalva.com | rocalva@outlook.com | 96788375

Comentários